fake news

Fake News: você também é responsável!

O blog post de hoje é sobre fake news que normalmente pessoas compartilham nos grupos de WhatsApp. Vez ou outra encontramos mensagens do tipo “espalhe essa notícia” e que normalmente as pessoas de boa vontade passam para frente, achando que estão fazendo um bem à humanidade. Quando na verdade, estão espalhando boatos pela rede.

Exemplo de boato

Uma das mensagens que recebi foi de que o WhatsApp seria bloqueado por dois dias. A notícia, vinda do G1, parecia ser bastante confiável:

fake news no whatsapp

A notícia é verdadeira. O Whatsapp será realmente parado por alguns dias… Mas isso em 2015

blog post fake news

Não estamos em nenhum “De Volta para o Futuro”, mas a notícia estava correndo como se fosse recente. A informação da data estava na própria página do G1, que foi ignorada pelas pessoas que passaram a notícia para frente, acreditando que aquilo era verdade.

E agora, José?

Aproveitando o gancho, vamos aqui dar um direcionamento para que você não caia nessa. Afinal, compartilhar uma notícia do G1 parece ser bem confiável!

Como não cair em fake news

#1 – Leia TUDO antes de repassar

Muitos links de notícias são repassados por conta da informação que está apenas no título. Não vou entrar em detalhes quanto à ética do jornalismo, mas existem muitos títulos “clickbaits” que servem unicamente para gerar #treta. E em alguns casos, o sentido do texto está completamente diferente do título.

#2 – Veja a data

Sabemos que no digital as notícias estão sempre disponíveis, seja ela de hoje, desse mês ou de 1 ano. Por isso, veja a data da notícia! Por mais que algumas coisas acabam se repetindo de tempos em tempos (greves, desastres naturais etc), de vez em quando surge alguém compartilhando uma notícia de alguns meses como se fosse atual. Outras, como essa notícia do WhatsApp, aparecem também.

#3 – Pesquise a notícia no Google Notícias

Não é novidade que o Google salva as nossas vidas em vários momentos. E antes de espalhar qualquer coisa, deixe que o seu companheiro de tantas horas do dia faça o trabalho de fazer uma busca por sites que tenham publicado notícias semelhantes. Copie e cole o título e veja os resultados.

Esses três pontos parecem óbvios, mas não fazendo isso muitas pessoas repassaram a notícia de que o WhatsApp seria bloqueado. Inclusive, a Diana Pádua escreveu sobre fake news no marketing digital no blog dela. No blog post, ela falou ainda sobre três regras básicas: olhar canais oficiais, checar outras fontes e seguir pessoas confiáveis. Juntando esses três pontos falados aqui mais os três falados por ela, dá um combo maravilhoso que você deverá implementar durante seu dia a dia no digital.

Explore o mundo do marketing digital

Do planejamento à execução: algumas coisas que você não pode deixar passar!

Obrigado por se inscrever.

Something went wrong.

Explore o mundo do marketing digital

Do planejamento à execução: algumas coisas que você não pode deixar passar!

Obrigado por se inscrever.

Something went wrong.