Perder fãs no Facebook: entenda

O post de hoje veio de uma pergunta que sempre me fazem: “Eu estou perdendo curtidas na minha página. Como isso acontece?”. Uma outra pessoa questionou uma vez se o Facebook “tira” as curtidas da página para que você faça anúncios. Olha, isso não faz sentido nenhum. E este post é dedicado a explicar e desmistificar algumas coisas por trás dessa ideia e os motivos que podem levar isso a acontecer.

Aviso: existirão puxões de orelha ao longo do texto. Continuar é uma opção apenas para os corajosos e sábios.

Tem certeza?

(por falta de aviso não foi…)

 #1 – Variáveis

A questão não é “como” as curtidas magicamente sumiram da sua página, mas o motivo. Existem pequenas coisas que podem influenciar nisso: tipo conteúdo, momento do usuário, quantidade de postagens, participação em promoção etc. Então o seu dever de casa tem que ser feito: análise. Se você chegou no ponto de perder fãs (e não sabe de onde esse golpe veio) é porque provavelmente você está pulando etapas no processo de planejamento de conteúdo.

Tipo conteúdo: você faz conteúdo para você ou para o usuário? Porque uma coisa tem que ficar bem clara: você não é o seu consumidor final! Fazer postagens só porque você quer ou porque são “bonitinhas” não irá fazer suas curtidas aumentarem (e você está vendo que está acontecendo o oposto disso…). Já falamos aqui no blog sobre conhecer o seu público.

 

Veja aqui nosso infográfico com 3 públicos interessantes para criar conteúdo.

 

Momento do usuário: vamos supor que você tenha uma página de academia. O principal objetivo que pessoas vão na academia é perder peso, ficar em forma, certo? Ok, até aí tudo bem. Mas e se o usuário encontrou uma outra forma de fazer essas mesmas coisas? Qual o sentido dele ver as postagens da sua academia? Ou ainda: o usuário pode ter encontrado outra academia para fazer as suas atividades (e os motivos são vários também). Descurtir a sua página faz total sentido para ele.

Quantidade de postagens: quantas vezes você posta por dia dentro do Facebook? 1, 2? Ou você acha que o Facebook é Twitter e posta a cada minuto? Caso você não seja um administrador (a) de portal de notícias que precise sempre de novas postagens no feed (mas em um ritmo não tão frenético), já passou da hora de você repensar sua estratégia.

Participação em promoção: sabe aquele tipo de promoção “marque 3 amigos, curta a página X, Y e Z, capture o dragão e faça selfie com a rainha”? O usuário pode ter curtido sua página somente para participar. E depois, quando viu que ganhou (ou não), a descurtiu, sem ao menos ter visto qualquer conteúdo dela. Simples assim.

#2 – Anunciar no Face Ads

Isso é um assunto delicado para alguns. Já ouvi pessoas falarem que estão no Facebook porque o espaço é de graça e não precisa pagar por isso. OK. Mas você quer construir sua marca baseada somente no “de graça” (feed orgânico) que o Facebook proporciona e não vai nem um pouco mais além disso?

“Ah, mas o Facebook só colocou essa opção de anunciar para ganhar dinheiro e…”

Exatamente. O Facebook é uma empresa. E negócios precisam de dinheiro para se manterem de pé. Porém, ele nunca forçou as páginas a fazerem isso.

Dica do coração: caso você queira que o seu negócio cresça, por favor, pare com essa mentalidade de “vou ali porque é de graça”. Existe uma coisa chamada ROI (Retorno sobre o Investimento). Se não há retorno, é porque não há investimento. E aqui falamos exclusivamente do investimento monetário. Investimento de tempo e esforço é bom, mas dinheiro é o que paga as contas no final do mês, certo?

#3 – A treta do alcance orgânico

(e como o Facebook diminuiu o almoço, café e janta de graça para as páginas)
No mês passado, o assunto mais falado dentro dos grupos de profissionais de mídias sociais no Facebook foi o novo posicionamento da rede social: de forma geral, o espaço para páginas irá diminuir em relação a amigos e família.

“Ah, mas a minha página não vai mais aparecer no feed das pessoas? Como assim? Vou sair do Facebook então…”

Calma.

Esse post explica muito bem sobre o alcance das páginas no Facebook cair novamente: “o Facebook é uma rede social. É feita de pessoas. Que, na maioria dos casos, não estão ali pra ver panfletos comerciais, e sim pra interagirem com outras pessoas”.

E dos mesmos criadores do post anterior (porque saga boa tem sim parte 2) aqui um outro blog post de como lidar com o alcance orgânico. E uma dica rápida (que foi copiada e colada do post original sem dó): “se a sua empresa não for útil, bacana e ajudar o público a se entreter, se informar e querer conversar com ela, você tem um problema!”.

E agora? Você tem dois caminhos

Primeiro, vamos voltar à pergunta inicial e mudar para “Por que eu estou perdendo curtidas na minha página?”.

Para ter a (s) resposta (s), você tem dois caminhos:
1) Parar algumas horas do seu dia e analisar todo o conteúdo. Comparar tudo o que foi falado aqui com a sua realidade.
Ou
2) Entrar aqui e nos pedir para fazer uma avaliação. Essa avaliação é baseada, além das informações que colocamos aqui, com a nossa experiência e estudos constantes de marketing digital.

E aí, vejo você do outro lado?

Explore o mundo do marketing digital

Do planejamento à execução: algumas coisas que você não pode deixar passar!

Obrigado por se inscrever.

Something went wrong.

Explore o mundo do marketing digital

Do planejamento à execução: algumas coisas que você não pode deixar passar!

Obrigado por se inscrever.

Something went wrong.